Entregas Grátis encomendas superiores a 40€ | Apoio ao cliente info-pt@naturecan.com

O CBD e a ansiedade

Pontos a reter:

  • A ansiedade pode afectar como nos sentimos e pensamos, e impactar negativamente na nossa qualidade de vida.
  • O CBD pode contribuir para reduzir os níveis de ansiedade e actuar sobre muitos dos problemas que a causam.
  • Através de neuroimagem foi observado que o CBD interage com as mesmas áreas cerebrais atingidas pela ansiedade.

O ano que passou foi uma mudança drástica para todos. O isolamento social, as mudanças no trabalho, e a incerteza do futuro tornaram-se uma ameaça ao bem-estar físico e mental. Agora que tudo parece normalizar, alguns podem-se sentir ansiosos com tantas mudanças.

A Fundação da Saúde Mental do Reino Unido fez alguns inquéritos em adultos sobre saúde mental. Em 2019 cerca de 5% da população do Reino Unido reportou sintomas de ansiedade. Em julho de 2021 esse número subiu para 36%. Com mais pessoas a procurar melhorar a saúde mental, o CBD está a tornar-se uma escolha popular naqueles que sofrem de ansiedade.

O que é a ansiedade?

A ansiedade é um estado de nervosismo e preocupação de que algo mau vai acontecer.

A ansiedade é diferente de stress. Enquanto uma situação pode causar stress, a ansiedade é associada a preocupações permanentes.

Apesar da ansiedade ser uma emoção, há muitos sintomas físicos como tonturas, náuseas ou falta de ar.

cbd e ansiedade

Como a ansiedade afecta o cérebro

O corpo humano evoluiu de várias formas para assegurar a sobrevivência. O fight-or-flight (sistema simpático) é uma resposta. Esta é uma das 2 divisões do sistema nervoso autónomo e é responsável por subir a pulsação, pressão sanguínea e respiração.

A ansiedade mantém o corpo num estado de alerta por períodos prolongados, o que pode comprometer a nossa saúde. As formas como pode afectar são as seguintes:

1. Libertação constante de hormonas de stress

Quando estamos num estado de ansiedade, o cérebro inunda o o sistema nervoso central com hormonas de stress como  a adrenalina e o cortisol. Elas ajudam a reduzir o tempo de reação ao apurarem os nossos sentidos e reflexos. 

No entanto, pode não existir nenhum gatilho específico quando sofremos de ansiedade, e o cérebro continua a sinalizar essas hormonas. Quando isto acontece por momentos prolongados, os níveis de ansiedade podem aumentar gradualmente.

2. Hipervigilância

A ansiedade faz com que a amígdala se torne mais proeminente. A amígdala é a parte do cérebro associada com o humor e emoção. Está sempre em constante busca por ameaças e pode ligar o modo fight-or-flight.

No cérebro de quem sofre de ansiedade crónica, a amígdala é hipersensível e muito maior que o normal.

Uma amígdala muito reactiva envia falsos alarmes ao cérebro em situações desnecessárias.

3. Respostas irracionais do cérebro

Quando a amígdala envia alertas para o cérebro, o córtex pré-frontal tem uma resposta. Ajuda o cérebro a processar a informação disponível e resolver os problemas de forma lógica.

Ao longo do tempo a ansiedade pode enfraquecer a conexão entre a amígdala e o córtex pré-frontal.

Quando a amígdala enviar alertas, a parte do nosso cérebro que resolve problemas pode não reagir adequadamente e levar-nos a decisões irracionais.

Formas de tratar a ansiedade

Como os médicos muitas vezes não conseguem identificar o problema específico que causa ansiedade, devem abordar a questão de múltiplos ângulos. 

Sono

O sono é crucial para a nossa saúde, especialmente para a nossa saúde mental. Enquanto dormimos, o nosso cérebro processa toda a informação emocional que molda a nossa memória e afecta o nosso estado de espírito. O sono e a ansiedade podem influenciar-se mutuamente de forma negativa, pelo que dormir o suficiente, normalmente entre sete a nove horas para os adultos, é um dos passos mais importantes no combate à ansiedade.

Alimentação

Uma vez que o nosso cérebro funciona principalmente com glicose, há muitas evidências que sugerem uma relação estreita entre o humor e os níveis de açúcar no sangue. Uma dieta rica em hidratos de carbono refinados e açúcares adicionados pode causar quedas repentinas nos níveis de açúcar no sangue, resultando num humor deprimido e sentimentos de preocupação e ansiedade. Comer mais alimentos com um baixo índice glicémico, e ainda proteínas e fibras, é uma excelente forma de estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

Grounding

As técnicas de Grounding podem reorientar a mente para o presente e remover o corpo de um estado de pânico. Um método popular é a técnica "Box Breathing", que envolve respirar profundamente durante quatro segundos, segurar durante quatro, expirar pela boca durante quatro segundos, segurar durante quatro, e repetir. Esta técnica acalma o sistema nervoso e traz a respiração de volta a um ritmo constante para evitar a hiperventilação.

O que é o CBD?

O CBD é um dos muitos compostos activos na planta da canábis. Não tem efeitos intoxicantes mas oferece inúmeros benefícios tanto para a nossa saúde física como mental. Pode saber mais na nossa página sobre óleo de CBD.

O CBD influencia o sistema endocanabinóide (ou ECS), um dos sistemas mais importantes do organismo. O ECS regula várias funções vitais do corpo, tais como sono, humor, apetite, memória, dor e função imunitária, através de um sistema de neurotransmissores e receptores.

O CBD é um canabinóide que pode actuar como transmissor e interagir com receptores ligados a várias células em todo o corpo. As células respondem agindo com base na informação que recebem para se adaptarem a quaisquer mudanças ambientais.

cbd ansiedade

Vários factores podem enfraquecer o nosso ECS e fazer com que estas funções se tornem desequilibradas. Como resultado, pode ter problemas em áreas reguladas pelo ECS. O CBD ajuda o ECS e permite manter o equilíbrio de forma mais eficiente, apoiando o ritmo natural do corpo.

O CBD pode reduzir a ansiedade?

A ansiedade pode ser causada por uma série de questões básicas, incluindo condições médicas e hábitos pouco saudáveis, por isso é importante cuidar da própria saúde e levar um estilo de vida activo. O CBD pode ajudar a fazer exactamente isso.

Estudos têm descoberto que a utilização de CBD está correlacionada com níveis de ansiedade mais baixos, por vezes por o CBD contribuir para a redução da dor e do stress e melhorar a qualidade do sono. Mas a investigação está a descobrir que o CBD também afecta directamente a ansiedade.

Um relatório preliminar sobre os efeitos do óleo do CBD na ansiedade investigou a forma como o CBD interage com os mecanismos subjacentes ao distúrbio da ansiedade. Os pacientes receberam 400mg de CBD ou um placebo no estudo, e os que receberam óleo de CBD reportaram níveis de ansiedade significativamente mais baixos do que os que receberam o placebo. O estudo também utilizou neuroimagem para observar os efeitos do CBD no cérebro e descobriu que esta afecta principalmente a actividade em áreas do cérebro límbico e paralímbico, que é onde a amígdala está localizada.

Outro estudo de 2014 descobriu que o CBD pode fazer com que o nosso cérebro responda de forma diferente à serotonina, produzindo efeitos anti-ansiedade. Pesquisas mais recentes confirmaram também que o CBD tem efeitos anti-stress, o que pode contribuir para reduzir a ansiedade.

É importante referir que o CBD é um suplemento dietético que não deve substituir os medicamentos. Quando os seus hábitos de sono, dieta e níveis de stress estiverem sob controlo, poderá considerar adicionar o CBD à sua rotina para ajudar ainda mais o sistema endocanabinóide.

Formas de tomar CBD

Há muitas maneiras de tomar o óleo de CBD, dependendo da sua rotina e preferência. Explicamos isto com mais detalhes no nosso artigo "Como tomar óleo de CBD?" Também temos uma Calculadora de Dosagem do Óleo de CBD para o ajudar a encontrar a sua dose ideal.

Diferentes tipos de produtos de CBD

CBD Sublingual 

Em geral, o CBD sublingual, tem efeitos mais rápidos, pois é absorvido directamente na corrente sanguínea através dos capilares sob a língua.

A melhor maneira de tomar o óleo de CBD é colocar algumas gotas, dependendo da dose, debaixo da língua e mantê-las aí durante cerca de um minuto antes de as engolir.

O óleo de CBD demora aproximadamente 15 minutos a meia hora a fazer efeito, e dura de quatro a seis horas. É adequado para ser usado várias vezes ao longo do dia, perante qualquer evento stressante, ou apenas para o ajudar a manter-se relaxado no seu dia-a-dia.

como tomar cbd
cbd e ansiedade

CBD Ingerido

O CBD ingerido, tais como cápsulas de CBD e snacks de CBD, é quebrado pelo estômago e fígado antes de poder ser absorvido pela corrente sanguínea. Como resultado, este método leva mais tempo a ter um efeito, mas estes efeitos também durarão mais tempo.

O CBD ingerido demora de 30 minutos a uma hora para fazer efeito e durará de seis a oito horas. Este método de consumo permite-lhe tomar o CBD de manhã para melhorar o seu bem-estar geral ao longo do dia ou antes de dormir para um sono melhor.

CBD Inalado

Ao usar CBD em vapes, notará os efeitos quase imediatamente à medida que o CBD é absorvido pela fina membrana mucosa dos pulmões, onde entra na sua corrente sanguínea.

Uma vez que este método de consumo permite que o CBD entre na corrente sanguínea antes de passar pelo seu fígado, também tem a biodisponibilidade mais elevada - o que significa que uma porção maior da quantidade consumida de CBD entra na circulação sanguínea.

Os efeitos do CBD inalado duram apenas uma a três horas, tornando-a uma excelente opção para alivio rápido de sintomas indesejados.

cbd e stress

O CBD tem efeitos secundários?

O CBD é seguro para consumir e geralmente bem tolerado. Se tomar a quantidade certa de óleo de CBD, é pouco provável que venha a sofrer quaisquer efeitos secundários. É importante notar que o CBD pode interagir com outros medicamentos e afectar negativamente os seus efeitos, por isso consulte sempre um médico antes de combinar CBD com outros medicamentos.

Efeitos secundários potenciais:

  • Secura na boca
  • Pressão arterial baixa
  • Diarreia
  • Fadiga
  • Perda de apetite

Os efeitos secundários do CBD são frequentemente causados pela má qualidade dos próprios produtos. Os ingredientes nocivos, como pesticidas e metais pesados, são contaminantes comuns, mas também podem resultar de um ambiente de cultivo de fraca qualidade, uma vez que o cânhamo tende a absorver quaisquer químicos do seu solo.

Verifique sempre se existe um Certificado de Análise antes de comprar qualquer produto de CBD para ver uma lista de todos os ingredientes contidos. Certificamo-nos de que todos os produtos da Naturecan são testados quanto a níveis não detectáveis de THC e de que nenhuma substância nociva acabe no nosso produto final. 

Conclusão

A ansiedade pode tornar a vida quotidiana muito mais complicada do que já é. Pode ter um custo para o seu desempenho profissional, relações importantes, e bem-estar emocional. Muitas vezes, a melhor forma de aliviar a ansiedade é viver uma vida mais equilibrada e relaxada.
O CBD pode contribuir para reduzir a ansiedade ao ajudar o nosso sistema endocanabinóide, que é responsável pela regulação de funções corporais importantes, tais como os nossos níveis de stress, humor, e sono. Investigadores descobriram também que o CBD interage com as áreas do nosso cérebro mais afectadas pela ansiedade. Se sofrer de ansiedade e estiver a considerar a utilização de óleo de CBD, não se esqueça de verificar a qualidade do CBD que vai usar, procurando sempre por testes de qualidade feitos por laboratórios independentes. 

Declaração de exoneração de responsabilidade: Não existem actualmente provas suficientes para apoiar a utilização de CBD na(s) condição(ões) acima mencionada(s) e este texto não reflecte de forma alguma as utilizações recomendadas. Procure sempre o conselho do seu profissional de saúde se estiver a tomar medicamentos prescritos, ou se estiver a pensar utilizar o CBD para combater algum problema de saúde que sente.